Tradutor

segunda-feira, 23 de março de 2015

Facebook esclarece em detalhe quais são as suas regras no que diz respeito ao que é publicado

Para não haver mais confusões sobre o que se pode ou não publicar, e para evitar mais páginas bloqueadas, o facebook veio explicar em pormenor algumas das regras de publicação referentes a vários tópicos, entre os quais a nudez.

Nudez: Esta é, provavelmente, a alínea que mais tinta fez correr nos últimos tempos, levando muitos utilizadores a criticarem o Facebook. O que é que o Facebook considera como nudez? Se antes tal não era especificado, agora já não há razões para queixa: "O Facebook tem uma política rigorosa que proíbe a partilha de conteúdo pornográfico e qualquer conteúdo sexualmente explícito onde esteja envolvido um menor. Também impomos limites à nudez". Quais? É proibido publicar imagens de "genitais, rabos completamente expostos e de seios femininos, se a fotografia incluir o mamilo, exceção feita em imagens de mulheres a amamentar ou a mostrar as cicatrizes de uma mastectomia". Ilustrações com nudez também serão permitidas, desde que sejam feitas com "fins educacionais ou satíricos" e não sejam "explícitas".

Será a nudez e o corpo nu assim tão horroroso que seja preciso escondê-lo?
Quando se começará a considerar a nudez como algo natural?
Será que estas pessoas quando se despem fecham os olhos, para não se verem nuas?

O maior mergulho coletivo nu do mundo

Quase 800 pessoas deslocaram-se, domingo dia 08/03/2015, a uma praia australiana para baterem o recorde do maior mergulho coletivo nu do mundo.


A marca anterior pertencia à Nova Zelândia que tinha reunido 744 pessoas.
A iniciativa, realizada na praia de South Fremantle, em Perth, pretendeu obter fundos para a Fundação Butterfly, uma instituição australiana que representa as pessoas afetadas por distúrbios alimentares e pela imagem corporal.
Os organizadores esperavam reunir mais de mil participantes. Ficaram-se pelos 790 mas, mesmo assim, melhoraram a marca mundial.
"Foi uma experiência muito libertadora para as pessoas que têm problemas com o seu corpo", disse um dos participantes.

Noticia JN

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

3ª Légua Nudista

 
A terceira Légua Nudista Internacional da Praia do Meco já está acertada para sábado 19 de setembro, dia em que a organização espera multiplicar os participantes.
As regras são simples: correr (praticamente) como se veio ao mundo a distância de uma légua na areia, num percurso de ida e volta com 5 km. E é apenas praticamente porque as meninas, para quem seja desconfortável pular, podem usar uma sutiã discreto. Quanto ao resto, vá, são permitidas sapatilhas (e meias, lá está). E aconselha-se o uso de protetor solar.
Esta será a terceira edição, que se espera concorrida, até porque não tem limite de inscritos. Na primeira, em 2013, terminaram 28, na segunda, em Maio de 2014, quase dobrou. José Sousa, das Lebres do Sado, acredita que a evolução se manterá. Até porque, e isto dizemos nós, tudo vai do começar.
Além da corrida, cujo dorsal é uma pulseira, haverá uma caminhada. Ah, e uma t-shirt, por incongruente que pareça. “Depois treinam com ela, como eu faço, diz José Sousa”. A inscrição faz-se em legua-nudista@gmail.com e manterá o preço anterior de 7,5€.
A prova terá o apoio da Associação de Atletismo Lebres do Sado, do Clube Naturista do Centro, da Federação Portuguesa de Naturismo e da Federação Naturista Internacional.

Ivete Carneiro

running.jn 

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Salão Erótico do Porto com sala de nudismo.

Pois é, nem queríamos acreditar quando lemos esta noticia no Correio da Manhã de sexta feira.
Depois de passarmos o tempo todo a dizer que o nudismo não tem nada a ver com sexo, que se trata simplesmente de algo que acreditamos ser natural e que não se deve fazer essa ligação, alguém resolve fazer uma colagem com uma feira de sexo, permitindo a criação de uma sala de nudismo com camarim e bar.
Será que não perceberam que esta iniciativa abala o trabalho desenvolvido pelas associações existentes na luta por mais e melhores espaços nudistas/naturistas?
Nada temos contra as feiras eróticas ou feiras de sexo, no entanto continuamos a achar que o nudismo/naturismo não é sexual, podendo ser, até, uma actividade familiar.
Se querem divulgar o nudismo numa feira, porque não fazer uma feira de nudismo/naturismo, com a participação de todas as associações e parques existentes, não só em Portugal como também em Espanha, algumas empresas ligadas ao naturismo (spas, massagens e produtos naturais),  e, então sim, uma zona nudista vedada para quem quisesse despir-se de preconceitos.
E como estas feiras temáticas costumam ter "embaixadores", com certeza que algumas das figuras públicas que se identificam com este estilo de vida, não se importariam de o fazer.
Fica a ideia...

sábado, 7 de fevereiro de 2015

Nota dos Administradores

Ausentes durante muito tempo, devido a uma vida muito preenchida (quer familiar como profissionalmente), não deixámos de ter atenção ao que se passa em relação à paixão do nudismo. No entanto e devido a já não conseguirmos postar com tanta regularidade, chegámos a equacionar a possibilidade de fechar de vez o nosso blog, mas pensamos que mais vale pouco do que nada, por isso iremos fazer um esforço de estar mais presentes, ou quando tal não for possível, só presentes.

As praias de nudismo mais populares do mundo

O naturismo é uma forma de se viver com base no retorno à natureza. Para tal, nega-se o uso de produtos industrializados, passando a consumir somente alimentos naturais. Isso implica não somente na área alimentícia, mas também o vestuário, o que significa que os adeptos do naturismo também praticam o nudismo.
Ao redor do globo existem muitos locais, em geral isolados do centro urbano, como praias e acampamentos, próprios para o público naturista, isto é, aonde pessoas podem circular livremente nuas sem que haja agressão ao pudor e à moral. O uso de roupas nesses lugares pode ou não ser obrigatório, dependendo das leis e regras locais estipuladas, que variam conforme o país e o que os seus habitantes entendem como bom costume.
Na Europa, não somente é natural haver praias onde o topless é permitido, como também existem aquelas destinadas ao naturismo. São várias as localidades onde as pessoas são bem vindas a tirar as suas roupas e curtir horas de sol em liberdade total, desde que sempre respeitando o espaço dos outros banhistas. Na Grécia, país com algumas das ilhas mais fantásticas do planeta, embora o naturismo não seja permitido por lei, existem algumas praias que são tomadas por esse público.
Nas Caraíbas, o conceito se popularizou de tal forma que nasceu uma modalidade de negócio: o resort naturista. São hotéis cujo principal diferencial é o nudismo, que pode ser imposto pela direção do estabelecimento ou então ficar a cargo dos hóspedes. O Club Orient, em St. Martin é um exemplo de empreendimento onde o uso de roupa é opcional e que não deixa de receber de braços abertos famílias e até crianças.
Já no Brasil, esteriótipo de país tropical, paraíso do sol, com povo sensual, o nudismo em locais públicos, mesmo quando estes têm a chancela legal, ainda causa algum rebuliço. São poucas as praias dedicadas ao público naturista. Em Búzios, edênico balneário fluminense, popularizado pela atriz francesa Brigitte Bardot e conhecido pelos seus maravilhosos restaurantes, ao longo da Rua das Pedras, está situada a belíssima Praia Olho de Boi, uma joia escondida e que vale no mínimo uma visita.

Spiaggia Guvano, Itália


Localizada ao norte de Corniglia, uma das cinco cidades que constituem a rústica Cinque Terre, esta praia é bastante conhecida e também o único ponto de nudismo da região. O percurso para chegar a esse pequeno paraíso é igualmente interessante: chegue à estação de comboios abandonada, atravesse um túnel escuro e assustador em direção a um portão de metal, toque a campainha (isso é uma propriedade particular) e um sujeito desobstruirá sua passagem pela bagatela de € 5. 

Wreck Beach, Canadá
 

Essa praia de Vancouver só pode ser alcançada a pé, por meio de uma escadaria íngreme. Apesar de ser localizada numa área urbana, por estar cercada por uma antiga floresta, a sensação de isolamento é grande aqui, não sendo possível ver das suas areias nenhum edifício. É um destino popular entre os locais, sendo procurada especialmente no verão. Possui um número notável de vendedores ambulantes que vendem camisolas, alimentos e bebidas.

Nugal Beach, Croácia


Próxima à cidade de Tupeci, esta bela praia de mar cristalino é cercada por rochedos e pode ser alcançada por barco ou por caminhos que serpenteiam através da densa floresta que a circunda. Devido à sua localização isolada, oferece privacidade, sendo ideal para a prática de nudismo. Sua faixa de areia pode não ser a mais aprazível, uma vez que é formada por pequenas pedras. 

Bellevue Beach, Dinamarca


A cerca de 12 quilômetros ao norte da capital Copenhagem, esta praia é uma das mais procuradas pelo público local, em especial os jovens e adolescentes, durante o verão escandinavo. Este é um espaço que admite praticantes ou não do naturismo. É um local extremamente limpo e seguro, com salva-vidas vigiando os seus 700 metros de extensão. 

Paradise Beach, Grécia


Ainda que não seja uma praia naturista oficial é normal encontrar adeptos à prática do nudismo nas suas areias. Seu nome se deve a seu edênico mar esverdeado e à vegetação exótica que a circunda. O local é bem estruturado e você terá, à sua disposição, mesas e cadeiras, bem como bares e restaurantes. O acesso é fácil e existem três estacionamentos. 

Orient Bay Beach, St. Martin


O uso de roupas é opcional na praia mais popular e cheia da porção francesa desta ilha das caraíbas, mais precisamente em frente ao Club Orient, o único resort naturista de St. Martin. O local tem ótima infraestrutura, sendo bem servido de restaurantes e WC's. Nos demais pontos da praia é mais incomum encontrar banhistas nus, porém não é impossível. 

Puʻu Olai Beach, Estados Unidos


Conhecida também como Little Beach (Praia Pequena), esta pequena faixa de areia no Makena State Park, na ilha de Maui, no Estado do Hawai, é separada da Oneloa Beach (ou Big Beach - Praia Grande) por um afloramento íngreme formado pela lava do vulcão adormecido Pu'u Olai. É uma das mais famosas (e das poucas) praias de nudismo do Hawai. 

Uretiti Beach, Nova Zelândia


Esta praia de cinco quilometros de extensão é a mais popular da região, no norte do país. O Departamento de Conservação assegura segurança e um local para acampamento para toda a família no interior, com uma simples proibição: não é permitido nudez dentro desse espaço, só na praia. Se você desejar pernoitar no acampamento, com direito a WC e chuveiro com água fria, terá que desembolsar $ 10. 

Sandy Bay, África do Sul


Não é fácil chegar neste local isolado e sem infraestrutura. A praia está situada a 30 minutos de carro e mais 20 minutos de caminhada da Cidade do Cabo. Embora abrigue o público naturista, devido ao vento forte e à água do mar gelada, não é incomum encontrar também banhistas vestidos aqui. Leve ao menos o protetor solar e água potável, pois não existe comércio nas imediações. 

Praia do Meco, Portugal


Esta é a mais famosa praia naturista de Portugal e a que mais faz sucesso, seja local ou internacionalmente. Localizada na região de Sesimbra, trata-se de uma tranquila praia de quatro quilometros de extensão. O mar aqui pode ficar bem agitado, especialmente durante o mau tempo, e, por conta disso, é bastante procurada pelos surfistas. Há estacionamento próximo que cobra apenas € 1  pelo dia inteiro. 

Praia Olho de Boi, Brasil


O caminho de acesso a esta pequena praia em Búzios, na Região dos Lagos, no Rio de Janeiro, é longo, íngreme e exige muito esforço físico. A recompensa por vencer esse desafio é ser contemplado com uma das mais belas paisagens locais. É vedado o uso de qualquer peça de roupa nas areias dessa praia, somente podendo vesti-las nas pedras que cercam esse lugar pitoresco. 


Pure Viagem 

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Boas Festas

CASAIS NUDISTAS DESEJA A TODOS OS AMANTES DO NUDISMO/NATURISMO OS VOTOS DE BOAS FESTAS.